Fale com a gente
SF CONSTRUTORA TOPO ABSOLUTO TOPO 2

Colunas

Coloque limites em pessoas, não em sonhos

Cuidado. Não espalhe seus sonhos aos quatro ventos

Publicado

em

rafael rafa helfenstein
SF CONSTRUTORA NOTICIA

Você é uma pessoa cheia de sonhos? É daquele tipo de pessoa que consegue olhar para um ponto no futuro e se ver vivendo o sonho que imaginou durante tanto tempo? Eu acredito que sim. Acredito porque a maioria de nós seres humanos temos sonhos e por mais diferentes e inusitados que possam parecer, lá no fundo de nossos corações acreditamos ser possível viver esse momento mágico criado em nossa mente!

Não se preocupe, este não será mais um texto daqueles motivacionais que dizem “corra atrás do seu sonho e nunca desista”, “só realiza quem sonha”, “todos os sonhadores foram chamados de loucos um dia”.

Portal WhatsApp

É claro que para cada sonho que você tem, é prudente, inteligente e eu diria necessário que você tenha um plano de ação com etapas reais e atingíveis que de passo a passo te coloquem mais perto do seu objetivo. Isso é o que chamamos de sonho na prática. A preparação faz parte da construção do seu sonho.

Mas o que quero tratar com você hoje é outro ponto. É sobre PARA QUEM você fala dos seus sonhos. Em um primeiro momento isso pode não parecer tão importante para você, mas te garanto, faz tanta diferença quanto qualquer outra etapa da sua trajetória.

Ao longo da história temos diversos exemplos de pessoas que antes de alcançarem seus sonhos, passaram por maus bocados e por experiências que talvez fariam milhares de outras pessoas desistirem logo menos. Para que o texto não fique muito extenso, vou citar apenas três exemplos para ilustrar nossa conversa de hoje.

Elvis Presley, conhecido como o rei do Rock, antes de fazer carreira de sucesso na música foi caminhoneiro. Elvis tinha um amigo que era dono de um restaurante na qual artistas faziam apresentações musicais. Quando Elvis contou a esse amigo que seguiria seu sonho de se tornar um astro da música, ouviu dele que era melhor seguir a carreira de caminhoneiro. O tal amigo ainda ridicularizou de Elvis a respeito das suas famosas costeletas e seu corte de cabelo.

Walt Disney, o criador do rato mais famoso do mundo: Mickey Mouse. Antes de alcançar sucesso e construir um império, Walt Disney trabalhou em um jornal chamado Kansas City Journal e ao contar ao seu diretor-editor a respeito de suas ideias sobre desenhos animados, foi demitido sob o pretexto de “não ser criativo o bastante”.

O último exemplo é o que eu acho o mais fantástico e poderoso.

No livro de Gênesis, na Bíblia, José, filho de Jacó, tinha consigo o dom divino de interpretar sonhos. Em um desses sonhos José previu que seria a pessoa mais importante da família e uma das pessoas mais importantes do mundo, de modo que seus irmãos, pais e familiares se curvariam diante dele. Ao contar esse sonho para sua família, inveja e sentimentos ruins foram despertados e José foi vendido como escravo para mercadores pelos próprios irmãos. Anos mais tarde, durante sua prisão no Egito, José interpretou sonhos de alguns prisioneiros diretamente ligados ao Faraó e mais tarde, foi chamado a interpretar os sonhos do próprio Faraó. A assertividade do seu dom de interpretação dos sonhos lhe concedeu graça aos olhos de Faraó que nomeou José como Governador do Egito. O segundo homem mais importante de toda a nação, atrás apenas do próprio Faraó. Dessa forma, finalmente foram concretizados os sonhos que José havia sonhado. A história é muito mais longa, incrível e detalhada do que isso. Por isso, indico você a conhece-la.

O que devemos tirar de lição de todos esses casos é que: Não importa o tamanho do seu sonho, grande ou pequeno, de curto ou de longo prazo, NEM TODO MUNDO DEVE FICAR SABENDO DELE.

Muitas pessoas que convivem com você hoje não vão aceitar bem a ideia de você realizar seus sonhos e ascender na vida. Muitas dessas pessoas vão ridicularizar e diminuir a importância dos seus sonhos no exato momento em que você falar para elas sobre o que existe em seu coração. Muitas pessoas vão dizer que você “está se achando” ou que quer apenas “se aparecer”.

Cuidado. Não espalhe seus sonhos aos quatro ventos, pois é possível que em algum momento você os perca e não os encontre mais.

A orientação que gostaria de deixar é que a partir de hoje, nos próximos planos e sonhos que você se propor a realizar, faça uma avaliação de para quem e quanto dos teus sonhos é realmente necessário compartilhar.

Pergunte-se: Essa pessoa é alguém íntimo a mim? Alguém em que eu realmente posso confiar meus segredos? Já contei algo a essa pessoa e ela se mostrou leal? No que diz respeito ao meu sonho, essa pessoa tem condições materiais, emocionais ou espirituais para me ajudar ou é alguém que não se alegraria honestamente com a minha realização?

Faça uma pequena retrospectiva de vida e tente se lembrar de sonhos e projetos que você já compartilhou com pessoas e esforce-se para lembrar quais delas se alegraram na sua alegria e quais delas era apenas “amigos” curiosos.

Você verá que muitos deles nem fazem mais parte da sua vida. Eu garanto. Basta lembrar um pouquinho.

Veja que não estou aqui dizendo para você não ter amigos, mas sim, que você pratique sua inteligência emocional colocando limites nas pessoas dos seus círculos sociais para proteger aquilo que é importante para você: seus sonhos.

E um último exercício. Se você estiver em dúvida sobre contar ou não contar alguma coisa a alguém, dirija-se em oração a Deus, peça a Ele sabedoria e discernimento para tomar a decisão certa. Durma. Fique atento aos sinais. Ele certamente falará contigo.

Deus está contigo e sabe sobre seus sonhos. Por isso, neste plano terreno, nem todo mundo precisa saber de tudo o tempo todo.

Boa semana e um grande abraço.

SF CONSTRUTORA TOPO ABSOLUTO
Continue Lendo

Doce Arte
Doce Arte