Fale com a gente
Rondon Veículos

Educação

Professores fazem protesto por piso salarial e ganham apoio de vereadores

Os professores se reuniram a partir das 18 horas e permaneceram em frente a câmara até o final da sessão, quando foram recebidos pelos vereadores, com excessão do presidente do legislativo Pedro Rauber

Publicado

em

|Foto: Fernando / Portal Rondon|
Gramado Presentes

Professores da rede municipal de Marechal Cândido Rondon, liderados pela APP Sindicato, protestaram no final da tarde desta segunda-feira (14), em frente a câmara vereadores, afim de sensibilizar os representantes eleitos pela população sobre a importância do cumprimento do Piso Salarial Profissional Nacional (PSPN) por parte do Governo Marcio Rauber.

Os educadores rondonenses compareceram de forma pacífica e promoveram um ato onde professores e vereadores dialogaram sobre o piso nacional e sobre a responsabilidade da gestão municipal diante deste assunto, que vêm causando polêmica desde o final de janeiro, quando o presidente da república anunciou o novo piso para os profissionais do magistério público da educação básica com um reajuste de 33,24%.

Institucional

Em Marechal Cândido Rondon o prefeito Marcio Rauber (DEM/União Brasil), cedeu um aumento de 10,16% para os professores, que agora se mobilizam para cobrar os 23,08% que a categoria tem direito após correção salarial divulgada pelo Governo Federal.

A reportagem do Portal Rondon acompanhou a manifestação e ouviu as lideranças do movimento e também os vereadores que se posicionaram.

“A nossa intenção é debater a pauta do piso nacional que é de 33,24%, aqui no município nós recebemos 10%. Nós estamos aqui pedindo que os vereadores nos apoiem, estamos reivindicando que esse assunto seja tratado” disse Iracema Paiva da direção municipal da APP Sindicato.

“Nós encaminhamos ofício, estamos aguardando e temos a certeza que o Prefeito Marcio deverá nos receber para dialogarmos sobre a nossa pauta de reivindicação, sabemos dos impasses, mas também sabemos que vários municípios do Paraná já contemplaram o piso” disse Soeli Gonçalves Secretaria dos Assuntos Municipais/ APP Sindicato/Núcleo Toledo.

O que disseram os vereadores?

Vereadores de situação e de oposição se reuniram ao final da sessão ordinária da câmara para conversar com os educadores e manifestar seu apoio e comentar os impasses para aplicação do piso nacional. Entretanto, o presidente do legislativo municipal, vereador Pedro Rauber não permaneceu junto aos outros vereadores e também não justificou a sua ausência.

“Nós fizemos uma indicação ao executivo municipal para que faça essa correção, que é justa, entedemos que o município tem a condição de fazer, pelos relatórios de prestação de contas do financeiro. A educação foi uma das áreas em que o município mais economizou durante a pandemia não tendo aulas presenciais. O município tem condições de fazer o reajuste e sem prejuízo para aquilo que o prefeito tem planejado referente a obras” disse o vereador Moacir Froehlich.

“É um direito de vocês, está amparado na normativa federal, nós fizemos essa cobrança na semana passada, todos os vereadores aprovaram, todos entenderam que a proposição era válida, para que seja feito o reajuste com brevidade. Não houve nenhuma manifestação dos tribunais superiores do nosso país dizendo que o reajuste é ilegal, portanto, é legal, é devido, e a prefeitura só tem um caminho, aplicar o reajuste” disse o vereador Arion Nasihgil.

“Falando agora pelo Prefeito Marcio , no que depender dele esse reajuste vai sair, porque ele também é professor e ele tem um carinho muito grande por vocês. No que depender de mim e da câmara, podem contar, nós estamos com vocês” disse o vereador Gordinho do Suco.

“A indicação por parte do legislativo já foi encaminhada para o executivo e aprovado de forma unânime pelos vereadores, mas não depende só de nós, a partir do momento que vir o projeto de lei do executivo, acredito que terá apoio unânime. Acredito que o Marcio vai ter sensibilidade, ele também é professor” disse o vereador Claudinho.

Os professores encerraram o ato agradecendo a recepção dos vereadores e enfatizando a cobrança ao executivo municipal, para que se sensibilize e cumpra com a lei do piso nacional.

“Nós agradecemos a manifestação de vocês se dirigindo ao prefeito e pedindo porque o reajuste não foi aplicado. Nós sabemos que parte de lá, entretanto não deveria partir de lugar nenhum, porque é direito, se é direito eu não deveria brigar por ele, eu tenho que reivindicar outras coisas. O prefeito é professor em época de campanha e depois ele esquece que é professor, isso acontece com muitos professores que assumem cargo público” disse a Professora Laíse Hoff diretora do Escola Jean Piaget.

Portal Rondon

Estácio
Continue Lendo

Doce Arte
Novo Banner Loja Mix