Fale com a gente
Gráfica Pontual

Política

“Se o Marcio Rauber realmente quer ser deputado, a minha opinião é que tenha que fazer isso agora”, diz o vereador Sargento Dionir no Diálogos

Você pode assistir ao programa completo pela página do Portal Rondon no Facebook e através do canal do Youtube

Publicado

em

FOTO: Samanta Rodrigues Vorpagel
Silveira institucional

O vereador rondonense Dionir Luiz Briesch, mais conhecido como Sargento Dionir, participa do Diálogos neste sábado (31).

Aos 45 anos, Dionir é casado com Fabiane Briesch, pai de dois filhos: Dionir Júnior e Rafaela. Graduado em Educação Física pela Unioeste, pós-graduado em Direito Militar pela Unipar (Universidade Paranaense), atuante como voluntário no Clube Rotary, clubes sociais e associações e policial militar há 25 anos.

empório do móveis – 40%

Dionir ingressou como soldado em 1995. Foi promovido a Cabo em 2006, promovido a 3º Sargento em 2012 e promovido a 2º Sargento em 2016.

Nas Eleições de 2020, o Sargento Dionir foi eleito vereador em Marechal Cândido Rondon pelo DEM (Democratas) com 946 votos.

“Isto é fruto da equipe que esteve comigo […] Fui o vereador mais votado entre os novos nomes.”

O vereador ressalta que nesses primeiros seis meses procurou estar junto nas discussões de projetos que acredita serem importantes para o município rondonense. E sua avaliação sobre o trabalho realizado até aqui é positiva.

Na última legislatura houveram denúncias de corrupção, teve a CPI da Pedras Irregulares, denúncias de “rachadinha”, vereadores presos e a legislatura foi marcada por debates intensos entre os vereadores. A política rondonense em 2021 vive um novo tempo?

“Com certeza a política rondonense vive um novo tempo. […] A Legislatura passada foi turbulenta. […] Quando fomos às ruas, o que mais ouvíamos da população era ‘Dionir, você vai se eleger para fazer o que está sendo feito hoje?’ […] A população não aprovava mais a conduta daquela Legislatura. […] As discussões foram para a individualidade […] Hoje temos um Legislativo que […] aprova projetos da oposição […] há uma outra postura […]”

Os vereadores estão voltando do recesso parlamentar, e o vereador Pedro Rauber já determinou uma prioridade para o retorno das sessões legislativas: o Plano Diretor.

O Plano Diretor, que é o instrumento básico da política de desenvolvimento municipal nas áreas urbana e rural, é uma das primeiras coisas sobre as quais os vereadores conversaram, relata Dionir. “A primeira preocupação é o futuro de Marechal Cândido Rondon […], o desenvolvimento, a sustentabilidade, a geração de empregos”. É analisando esses aspectos, primeiramente, que o Sargento deve trabalhar.

Fernando Nègre e seu convidado também conversaram sobre as Eleições 2022.

A política é o principal assunto do bate-papo. Mas Fernando Nègre e seu convidado conversam sobre as pautas mais comentadas no município, no Paraná e no Brasil, como a pandemia de Covid-19.

Nós encaramos, no momento, a maior tragédia humanitária da nossa história, a batalha contra a Covid-19 já ceifou mais de 550 mil vidas no Brasil. Em Marechal Cândido Rondon perdemos 122 munícipes para o novo coronavírus.

“Fica difícil fazer uma interferência pontual à condução do governo federal […] Mas cabe a nós enquanto comunidade avaliarmos e ver como foi a condução no município […] É aqui que a comunidade e os poderes constituídos podem fazer a diferença […] Precisamos reconhecer o brilhante trabalho que a equipe de Saúde fez frente à pandemia em Marechal Cândido Rondon […] que talvez foi exemplo para outros municípios pelo tanto que fez e como o fez. […] Talvez algumas pessoas podem criticar […] que o hospital de campanha foi montado e nunca foi utilizado […] Que bom! Graças a Deus […] isso acaba sendo um fator positivo”.

Nacionalmente, nós temos uma CPI acontecendo, essa CPI já demonstrou que o governo federal fez opções que levaram a esse alto número de mortalidade e agora a CPI se debruça sobre supostos casos de corrupção.

“Para o fato de ter se instalado uma CPI alguma coisa aconteceu […] É importante investigar […] Mas a CPI me preocupa quanto ao resultado que vai trazer […] veja quem a conduz, não tem moral nenhuma […] às vezes ela me parece uma cortina de fumaça […] Gostaria de ver a condução daqui para frente quando chegar aos governadores e prefeitos. […] Talvez nosso mandatário principal, o presidente Bolsonaro pode ter cometido erros e deslizes, mas talvez não de forma intencionada. […] A CPI está focando só lá em cima […] e eu gostaria que fosse esmiuçado o que foi feito com todo o dinheiro que foi destinado no combate à pandemia”.

O seu grupo político formado pelo seu partido, o democratas, pelo PL e outros partidos menores, tem alguns pré-candidatos a deputado estadual. Entretanto, há uma expectativa maior sobre o nome do prefeito Marcio Rauber. Você acredita que o nosso atual prefeito será candidato a deputado? E qual é a sua opinião sobre essa decisão, ele deve ou não deve ser candidato a deputado estadual?

“Se ele realmente quer ser deputado, a minha opinião é que ele tenha que fazer isso agora […] Vejo que a candidatura dele é viável […]”

Este é um resumo da entrevista deste sábado. Você pode assistir ao programa completo pela página do Portal Rondon no Facebook e através do canal do Youtube.

Para você que gosta de podcasts, pode ouvir a entrevista hoje à tarde, através de um dos principais tocadores de áudio: Spotify, Dezzer, Amazon Music ou Cast Box.

Ótica Da Visão Estilo + Proteção
Continue Lendo

Mercadão dos Óculos
Certo Imóveis – Feirão