Fale com a gente
Rondon Veículos

Boa ação

Após pedido falso, hamburgueria distribui lanches para moradores de rua: “Retribuir o mal com o bem”

Publicado

em

| Foto: reprodução Instagram/@_apollo.burgers. |
Posto Tonin – Shell Box

A hamburgueria recebeu um trote, que também era o pedido mais caro da noite. Ao invés de ficar chateado com a situação, Lucas decidiu fazer o bem!

A pandemia do novo coronavírus tem agravado a insegurança alimentar no Brasil. A crise sanitária, em consonância com a crise econômica, revela dados chocantes, segundo o Inquérito Nacional de Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19, realizado pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Penssan).

1º Banner

Nos últimos meses de 2020, mais da metade dos domicílios brasileiros tiveram algum grau de insegurança alimentar.

O número deixa qualquer um em estado de alerta e confirma as sondagens que já vinham sendo feitas no ano passado, cerca de 55% dos lares brasileiros, ou 116,8 milhões de pessoas, passaram por algum nível de insegurança alimentar no fim de 2020, sendo que 9% conviveram com insegurança alimentar em nível grave, ou seja, passaram fome.

Em entrevista ao site Agência Brasil, Renato Maluf, presidente da Rede Penssan, afirma que esse resultado é fruto da pandemia e da inexistência de políticas públicas que melhorem a condição de vida das famílias brasileiras mais vulneráveis.

Em Patos, na Paraíba, um caso que poderia apenas ser encarado como triste virou motivo para boa ação e conscientização. Lucas Natan, proprietário da lanchonete Apollo Burger’s e Cuscuz, recebeu um trote que causou desconforto e insatisfação, mas também foi motivo para ajudar quem mais precisava.

Foto: reprodução Instagram/@_apollo.burgers

O estabelecimento funcionou até 4h50 da manhã, um recorde de funcionamento para a equipe, e o último pedido foi o mais caro da noite. A cozinha já havia encerrado seu trabalho, mas Lucas decidiu atender a esse último pedido, eram quatro hambúrgueres especiais, da linha Premium, feitos com muito carinho e, como o proprietário afirma, extremamente bem montados.

Depois de trabalhar a noite toda e, mesmo não devendo aceitar aquele pedido por questão pessoal, os quatro lanches foram muito bem executados e saíram para entrega, mas o cliente não recebeu o pedido.

Lucas explica que a casa demorou apenas 37 minutos entre o preparo dos lanches e sua entrega, dentro do prazo estipulado. A equipe ligou para três números diferentes, enviou mensagens no aplicativo WhatsApp, mas ninguém apareceu para pagar o pedido.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@lucas.natan129.

O entregador, infelizmente, teve de retornar para o local com os produtos. Lucas marcou os lanches como cancelados no aplicativo de entrega e, embora a situação fosse extremamente frustrante, ele decidiu ressignificar aquele momento e fazer algo bom com aquele descaso. Lucas entrou em seu carro e distribuiu os quatro lanches para pessoas em situação de rua, que encontrou pelo caminho.

Em sua publicação no site da lanchonete, o proprietário explica que o intuito não era se promover, mas mostrar que algo de bom podia ser tirado daquela situação. Ele decidiu retribuir o mal que recebeu fazendo o bem, para quatro pessoas diferentes. No fim do ano passado, a lanchonete já havia doado cerca de 12 lanches para pessoas em situação de rua, fornecendo-lhes uma refeição na época natalina.

O que achou desse exemplo?

Com informações de O Segredo

Gabi Store
Continue Lendo

Empório da Pizza – Cotação
Certo Imóveis – Janeiro 2022