Fale com a gente
Bonni Restaurante

Mundo

Calor extremo mata quase 600 muçulmanos que faziam a peregrinação a Meca

Dentre as vítimas, estão migrantes de Egito, Indonésia, Irã, Jordânia, Senegal e Tunísia

Publicado

em

Foto: TV Cultura.
Providência

As altas temperaturas que atingem a Arábia Saudita atualmente vitimou centenas de viajantes que iam a Meca. A peregrinação muçulmana à cidade em questão é chamada de hajj e começou na última sexta-feira (14).

Dados reunidos por agências de notícias internacionais contabilizaram 577 mortes de peregrinos neste ano até o momento. Dentre as vítimas do calor extremo, estão migrantes de EgitoIndonésiaIrãJordâniaSenegal Tunísia.

Müller Contabilidade

Segundo a TV estatal saudita, a temperatura atingiu os 51,8ºC na sombra na Grande Mesquita em Meca na última segunda-feira (16).

Neste ano, o hajj atraiu aproximadamente 1,8 milhão de peregrinos. Destes, cerca de 1,6 milhão são de outros países, ainda de acordo com as autoridades sauditas.

Com informação TV Cultura.

Ortho Evidence Odontologia
Continue Lendo

Doce Arte
Doce Arte