Fale com a gente
Rondon Veículos

Agricultura

Dados do milho são elevados pelo USDA

O Brasil deve se manter igual

Publicado

em

Posto Tonin – Shell Box

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) acabou divulgando seu novo relatório de oferta e demanda de produtos agrícolas onde indicou que a produção e os estoques globais de milho para 2021/2022 devem subir para 1216,07 bilhão e 310,92 milhões de toneladas, respectivamente. Para a safra de 2022/2023 os números foram elevados para 1185,81 bilhão e 310,45 milhões de toneladas. 

Nos Estados Unidos, a produção para 2021/2022 deve se manter em 383,94 milhões de toneladas, estoques finais devem subir para 37,71 milhões de toneladas e exportações diminuindo para 63,23 milhões de toneladas. Já para a safra de 2022/2023, a produção ficará em 367, 3 milhões de toneladas, exportações ficando em 60,96 milhões de toneladas e estoques finais subindo para 35,55 milhões de toneladas. 

Refran

O Brasil deve se manter igual em 2021/2022, com a produção em 116 milhões de toneladas, estoques finais em 4,65 milhões e exportações 44,5 milhões de toneladas. Para a safra de 2022/2023, a produção será de 126 milhões de toneladas, estoques finais em 7,95 milhões de toneladas e exportações em 47 milhões de toneladas. 

A Argentina também não teve alterações para 2021/2022, ficando com a produção em 53 milhões de toneladas, estoques finais em 1,49 milhões de toneladas e exportações em 39 milhões de toneladas. Para 2022/2023, a produção deve permanecer 55 milhões de toneladas, estoques finais em 1,49 milhões de toneladas e exportações em 41 milhões de toneladas. 

Para a Ucrânia, a produção deve permanecer em 42,13 milhões de toneladas em 2021/2023, estoques finais em 6,77 milhões de toneladas e 23 milhões de toneladas para as exportações. 

Com informações Agro Link.

Ótica Da Visão Estilo + Proteção
Continue Lendo

Doce Arte
Novo Banner Loja Mix