Fale com a gente
Rondon Veículos

Mundo

Casal comete suicídio com poucos dias de diferença e deixa bebê recém-nascido

A criança que ainda nem completou dois meses de vida possivelmente será adotado por um ‘parente próximo’; caso ocorreu na Flórida, nos EUA

Publicado

em

|FOTO: REPRODUÇÃO DAILY MAIL|
Posto Tonin – Shell Box

Um casal na Flórida (EUA) morreu com poucos dias de diferença meses após o nascimento de seu bebê. A tragédia começou na véspera de Ano Novo, quando o pai, Clayton Osteen, tentou suicídio pouco antes da meia-noite. O jovem de 24 anos morreu dois dias depois no hospital. Já a namorada Victoria Pacheco, 23, tirou a própria vida no dia 4 de janeiro, informou o Daily Mail. 

Os dois pais, que eram policiais, foram enterrados lado a lado. Agora, a família está tentando resolver como ficará a guarda da criança. O filho do casal, Jayce, possivelmente, será adotado por um ‘parente próximo’. Por enquanto, o irmão de Clayton, Zack Osteen, assumiu a custódia do bebê. No entanto, não se sabe se ele terá a guarda definitiva do sobrinho. 

1º Banner

No Facebook, amigos da família estão pedindo doações, principalmente de itens básicos como fraldas e lenços umedecidos. “Vamos fazer o que os policiais fazem de melhor e ajudar um irmão, uma família azul”, disse o sargento Matthew Fagiana. “Vamos mostrar ao bebê Jayce em que tipo de família ele nasceu”. 

Amigos e familiares também criaram uma página de doação para que as pessoas pudessem ajudar. “O bebê Jayce Osteen nasceu em 22 de novembro de 2021, filho de Clayton Osteen e Victoria Pacheco, do gabinete do xerife do condado de St. Lucie. Eles eram pais de primeira viagem cheios de alegria, empolgados com o crescimento da família, apaixonados pelo bebê Jayce e apaixonados um pelo outro”, diz a publicação. 

O casal foi homenageado pelos colegas de trabalho, que afirmaram que os dois foram muito importantes para o departamento. Clayton salvou uma pessoa de uma overdose de drogas em 2020, enquanto Victoria fez o mesmo com outra pessoa um ano depois.

As autoridades não disseram o que pode ter motivado os suicídios consecutivos do casal, nem como eles morreram, mas o xerife Ken observou em sua declaração que os pais geralmente lidam com ‘estresse’ e são ‘humanos’. “Embora seja impossível para nós compreender completamente as circunstâncias particulares que levaram a essa perda devastadora, rezamos para que essa tragédia se torne um catalisador para a mudança, um catalisador para ajudar a aliviar o estigma em torno do bem-estar mental e normalizar a conversa sobre os desafios que muitos de nós enfrentamos regularmente”, acrescentou. 

A avó de Victoria, Bernice Bartolini, também comentou sobre a trágica perda da neta. “Ela e eu éramos muito próximas quando eu morava na Flórida, ela estava lá por mim, eu gostaria de ter estado lá por ela, minhas entranhas estão sendo dilaceradas, meu coração dói tanto”, acrescentou Bartolini, em entrevista à PEOPLE. “A mãe e o pai dela precisam de nossas orações”, finalizou. 

Precisa de ajuda? 

O Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, em sigilo por telefone, e-mail e chat 24 horas todos os dias. Informações sobre o atendimento pelo número 188.

Com informações de Revista Crescer

Dchinelos
Continue Lendo

Doce Arte
Doce Arte