Fale com a gente
topo integrity

Agronegócio

Frio e chuva requer cuidados especiais na apicultura

O alerta é feito pela Cooperativa Agrofamiliar Solidária (Coofamel).

Publicado

em

Silveira institucional

A proximidade do período de inverno, as chuvas, ventos, devem ser observados pelos apicultores. O descuido pode causar prejuízos. Um dos fatores como a entrada de ar frio nas caixas de abelhas, por exemplo, pode provocar o resfriamento, e até morte de larvas.

O alerta é feito pela Cooperativa Agrofamiliar Solidária (Coofamel), como forma de orientar os associados e apicultores da região quanto ao melhor manejo, ou, prevenção a prejuízos.

Gramado Presentes


O inverno é um período de escassez de alimentos naturais para as abelhas e os insetos se mantêm dentro das colmeias para manter a temperatura, segundo o técnico Tadeu Roque de Cristo Junior.
As abelhas são insetos sensíveis à seca, chuva em excesso, calor e frio, o que influencia diretamente na produtividade.

No caso de muito frio, os insetos param de trabalhar e se aglomeram sobre a área de cria para conservar o calor corporal e aquecer as larvas. Nesses casos, as abelhas também consomem mel.


O apicultor deve evitar abrir as caixas no frio, mesmo que rapidamente. Isso leva à perda de calor e as abelhas terão um desgaste enorme de energia e de alimento para conseguir elevar a temperatura até as condições aceitáveis novamente.


Alguns cuidados devem ser tomados neste período como redução do alvado, que é a parte de entrada nas colmeias, o que possibilita maior ação das abelhas guardiãs.

A limpeza dos apiários para evitar umidade excessiva também é importante, assim como a alimentação proteica e energética, que, neste caso pode ser feita com açúcar VHP (Very High Polarization).


É necessário que o apicultor verifique a atividade dos enxames, assim como, ter atenção quanto à possíveis ataques às colmeias.

Primeiro Banner
Continue Lendo

Portal Espaço Agrícola
Novo Banner Loja Mix