Fale com a gente
Imobiliária Bom Negócio

Política

Presidente de Portugal responde após Bolsonaro desmarcar encontro

“Quem convida pra almoçar é que decide se quer almoçar ou não”, disse Marcelo Rebelo.

Publicado

em

|Foto: AP Photo/Armando Franca|
Gramado Presentes

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, se posicionou após o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro (PL) desmarcar um encontro entre os dois previsto para acontecer na próxima segunda-feira (4).

“Quem convida pra almoçar é que decide se quer almoçar ou não. Se o presidente da República Federativa do Brasil entende que não pode, não quer, não é oportuno, que não entra na sua programação. Eu respeito quem convida deixar de convidar pelas razões que queira, por inoportunidade política, pessoal”, disse o presidente português.

Kyuu – Dia do Namorados

No seu blog no g1, Valdo Cruz informou que o presidente Jair Bolsonaro, pré-candidato à reeleição pelo PL, decidiu impor uma retaliação ao presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa. Durante uma visita que fará ao Brasil, o chefe de Estado português tinha uma audiência prevista com Bolsonaro na próxima segunda-feira (4), em Brasília. Mas o presidente brasileiro mandou avisar aos emissários portugueses que audiência está cancelada se Rebelo de Sousa se encontrar com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pré-candidato à Presidência pelo PT.

Mesmo sem uma confirmação oficial apresentada a Rebelo, ele disse entender as posições políticas de Bolsonaro e ressaltou a diferente forma que os dois países pensam sobre a Guerra na Ucrânia.

“Eu entendo que há questões políticas. Portugal é aliado da Ucrânia, Brasil não. Agora o almoço é uma questão que não constava no primeiro programa da ida ao Brasil. É possível o almoço, tudo bem. (Se) Não é possível, ninguém morre”, comentou ele informando que não haveria grandes problemas por conta desse desencontro.

Rebelo confirmou ainda que pretende se encontrar com ex-presidentes brasileiros, tanto Lula (candidato à presidência pelo PT), quanto Michel Temer e Fernando Henrique Cardoso.

“As relações entre Portugal e Brasil são entre povos”, conclui Rebelo.

Ótica Da Visão Estilo + Proteção
Continue Lendo

Doce Arte
Doce Arte