Fale com a gente

Agronegócio

Soja: ganhos em Chicago sustentam preços no Brasil

A Safras & Mercado destaca que mais uma vez houve negócios diversos em muitas localidades, mas com volumes limitados

Publicado

em

|Foto: PixaBay|
Camargo Café

O mercado brasileiro de soja manteve preços firmes nesta quinta-feira (2). Os ganhos para a soja na Bolsa de Chicago sustentaram as cotações no Brasil, como destaca o consultor da Safras & Mercado, Luiz Fernando Gutierrez Roque. Ele observa que mais uma vez houve negócios diversos em muitas localidades, mas com volumes limitados.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos se manteve em R$ 166. Na região das Missões, a cotação seguiu em R$ 166,50. No Porto de Rio Grande, o preço recuou R$ 172 para R$ 171.

Gramado Presentes

Em Cascavel, no Paraná, o preço passou de R$ 164 para R$ 165 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca passou de R$ 169 para R$ 170. Em Rondonópolis (MT), a saca subiu de R$ 153 para R$ 154. Em Dourados (MS), a cotação passou de R$ 155 para R$ 156.

Em Rio Verde (GO), a saca subiu de R$ 152 para R$ 153.

Soja em Chicago

Os contratos futuro da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a quinta-feira com preços mais altos. Sinais de demanda aquecida garantiram o bom desempenho do mercado.

Os contratos da soja em grão com entrega em janeiro fecharam com alta de 16 centavos de dólar por bushel ou 1,3% a US$ 12,44 por bushel. A posição março teve cotação de US$ 12,50 por bushel, com ganho de 15 centavos ou 1,21%. Nos subprodutos, a posição janeiro do farelo fechou com baixa de US$ 0,30 ou 0,08% a US$ 348,80 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em janeiro fecharam a 56,34 centavos de dólar, com alta de 1,16 centavo ou 2,1%.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em queda de 0,21%, sendo negociado a R$ 5,6590 para venda e a R$ 5,6570 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,6140 e a máxima de R$ 5,6800.

Refran
Continue Lendo

Doce Arte
Certo Imóveis – Janeiro 2022