Fale com a gente
Imobiliária Bom Negócio

Esporte

Marechal Futsal luta até o final e arranca um empate nos últimos segundos contra o Praia Clube

O empate em 5 a 5 teve gosto de vitória para o time rondonense devido as circunstâncias do jogo

Publicado

em

|Foto: Cairo Cesar / Twitter LNF|
Posto Tonin – Shell Box

O torcedor rondonense já sabe, o time do Marechal Futsal não desiste nunca!

E foi assim, um jogo que parecia perdido, teve uma grande reviravolta graças a persistência dos atletas do Marechal e uma atuação precisa do ala Gê que marcou duas vezes em momentos decisivos do jogo.

1º Banner

O jogo começou equilibrado, estudado, com atuações táticas se destacando sobre a individualidade dos jogadores, o Praia abriu o placar numa cobrança de falta de Claudinho que passou no meio da barreira do time de Marechal Rondon e surpreendeu o goleiro Índio.

O ala Gê que foi o nome do jogo, perdeu a chance de empatar em uma cobrança de pênalti aos 5 minutos, entretanto o Marechal seguiu fazendo pressão no time mineiro e teve a posse de bola durante o restante do primeiro tempo.

O Praia Clube usava uma defesa baixa para controlar a equipe rondonense, o Marechal só não chegou antes ao gol de empate devido aos muitos erros de passes da equipe do técnico Roberto Nunes, mas quando não dá na técnica, o time de Marechal Rondon vai na raça e faltando 4 segundos para o final do primeiro tempo, uma cobrança de escanteio encontrou Neto Veiga fora da área, que enfiou um canudo desviado de cabeça por Gê, 1 a 1 e fim do primeiro tempo.

Segundo Tempo

O time do Praia Clube voltou ligado no segundo tempo e logo tratou de ficar a frente no placar, após o passe de Rodrigo Viana, o camisa 10 Rafa colocou a bola na rede.

O Praia Clube embalou, e conseguiu colocar em prática aquilo que não conseguiu no primeiro tempo, fazer jogadas trabalhadas e definir com precisão, e assim, Sacon ampliou a vantagem do time de Uberlândia.

O time rondonense foi pra cima e no contra ataque, Wesley fez o quarto do Praia Clube na partida.

Faltando pouco mais de 7 minutos a serem jogados, em uma das idas ao ataque do time rondonense, o juiz apontou pênalti. Dhjeslei assumiu a responsabilidade e fez o segundo do Marechal e manteve a equipe viva no jogo.

Mas o time do Praia Clube parecia estar ligado no 220 e não deu chance do time rondonense comemorar o gol, logo na sequência, após uma desatenção do experiente Neto Veiga, Kauê fez o quinto do time mineiro, que parecia caminhar para uma vitória tranquila.

Mas do outro lado da quadra tinha um time incansável, que já enche a torcida de esperança e de orgulho por batalharem até o último segundo do jogo. A reação do Marechal Futsal começou mais uma vez numa cobrança de pênalti precisa do pivô Dhjeslei, 5 a 3.

A essa altura do jogo o técnico Roberto Nunes já havia trocado o goleiro Índio e começou a usar Biro como goleiro linha para melhorar o passe e a finalização das jogadas. E numa jogada que começou com Biro no meio da quadra e contou com uma bela assistência de Dickson na linha de fundo que achou Malcon livre do outro lado para marcar o quarto gol da equipe rondonense.

Aquilo que parecia impossível aconteceu, o Marechal Futsal foi pra cima e na raça mais uma vez faltando 4 segundos para o fim do jogo, num bate rebate na entrada da área do Praia Clube a bola sobrou para o predestinado Gê, que tratou de enfiar um balaço na rede adversária garantindo um empate com gosto de vitória.

Nas redes sociais a torcida vibrou com o empate e com a determinação dos atletas rondonenses em quadra. O empate manteve o Praia Clube na liderança do grupo, o Marechal agora é o terceiro colocado no grupo C.

O Marechal segue em Minas Gerais, onde enfrenta o Minas na quarta-feira (09) às 19 horas pela Liga Nacional com transmissão da LNFTV/TVNsports e da Rádio Difusora.

Portal Rondon

Gráfica Pontual
Continue Lendo

Doce Arte
Certo Imóveis – Janeiro 2022