Fale com a gente

Geral

Tribunal do Júri condena réus que incendiaram e mataram casal em Mercedes

A soma das penas chega a 94 anos de prisão e 8 meses.

Publicado

em

Posto Tonin – Shell Box

Terminou neste domingo (25) a sessão do Tribunal Popular do Juri de Marechal Cândido Rondon  que julgava o réus Fernando Jaconetti de Andrade, Mateus de Marcos Milani, e  Ricardo Brito da Silva, pelas mortes de Daiane Eliane Ferreira e Jones Eliton Magagnin. O julgamento iniciou às 9 horas de sexta-feira (23).

O crime pelo qual os réus foram julgados aconteceu em Mercedes em 07 de dezembro de 2019, por volta das 21h30, na ocasião os três assassinos, a mando de outra pessoa , invadiram uma casa localizada a  Rua Olário  Schwantes,  esparramaram gasolina no interior da moradia e nas vitimas e atearam fogo.

Avisul

Daiane Eliane Ferreira morreu dois dias depois num hospital  em  Curitiba, para onde havia sido transferida em função da gravidade das queimaduras.

Por sua vez,  Jones  Eliton Magagnin, também havia ficado em estado grave, foi  transferido para o Hospital de queimados de Londrina, onde  20 dias depois  acabou falecendo.

O julgamento foi interrompido  na noite de sexta-feira e  retomado na  manhã seguinte, se estendendo até por volta das 23 horas e 50  minutos de ontem (24), quando então réus foram sentenciados.

A soma das penas chega a 94 anos de prisão e 8 meses.

Ricardo Brito da Silva foi condenado a 54 anos de prisão. Fernando Jaconetti de Andrade, a 32 anos e 8 meses e Mateus de Marcos Milani, recebeu a pena mais branda, 8 anos.

A longa sessão do Tribunal Popular do Juri foi presidida pelo juiz Dionisio Lobchenko Junior. O Ministério Público foi representado pelo Promotor , Marcus Vinicius Ferraz Homem Xavier.

Na defesa do Mateus de Marcos Milani, atuou o advogado Antonio Marcos de Aguiar. Os advogados Luiz Claudio Nunes Lourenço e  Luciano Caetano, fizeram a defesa de Fernando Jaconetti de Andrade. E na defesa de Ricardo Brito da Silva atuaram os advogados Hasan Vais Azara e Lourenço Cesca.

Para a próxima semana  estão marcadas mais duas sessões do Tribunal Popular do Juri de Marechal Cândido Rondon.

Na quinta-feira, dia 29, pelo assassinato de Luan Felipe Drey, em dezembro de 2019, no bairro São Mateus, será julgado  Diego Fernando Debus.

No dia 30, sexta-feira ,pelo assassinato de  Anderson Franco, em fevereiro do ano passado, no bairro Jardim Marechal, vai à julgamento Margarino Gonçalves Benites.

Portal Rondon com informações do mcrnews

Primeiro banner
Continue Lendo

Mercadão dos Óculos
Novo Banner Loja Mix