Fale com a gente
Desafio APAE

Agronegócio

Soja: caminhoneiro finge roubo para desviar carga e acaba preso

Segundo a Polícia Civil, motorista faz parte de uma quadrilha que se aproveita da boa-fé de produtores rurais para desviar carregamentos

Publicado

em

Foto/arquivo Portal Rondon
Silveira institucional

Um caminhoneiro, de 38 anos, simulou ter sido roubado para tentar desviar uma carga de soja avaliada em R$ 200 mil, em Goiás. Porém, a Polícia Civil descobriu o golpe e prendeu o suspeito nesta segunda-feira, 12.

De acordo com as autoridades, o investigado é motorista de uma organização criminosa e carregou a soja na quinta-feira, 9, em Rio Verde. A carga deveria ser entregue em Minas Gerais. O motorista desapareceu por mais de 24 horas, e só apareceu para registrar a ocorrência em Bom Jesus de Goiás, alegando ter sido roubado.

“A perspicácia dos policiais civis, embasados na nova metodologia de registros de ocorrências em Goiás sobre subtrações de cargas, possibilitou desvelar que não se tratava de roubo e sim de estelionato”, diz a Polícia Civil.

Investigações mostram que a quadrilha coordena suas ações envolvendo motoristas, intermediadores e receptadores, todos ligados a plataforma de contratação de fretes por aplicativos As vítimas acabam contratando os serviços sem se atentar às qualificações ou antecedentes criminais dos motoristas.

O caminhão apreendido, ano 2020 e da marca Volvo, cujo valor aproximado é de R$ 350 mil, estava com o motor adulterado, foi apreendido e será devolvido ao verdadeiro dono.

Ele foi autuado pelos crimes de adulteração de sinal identificador de veículo e receptação. “As investigações prosseguem a fim de localizar o receptador da carga, que pode ainda ser preso”, informa o delegado Alexandre Bruno de Barros, titular da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar).

Com informações de Canal Rural

Rondomed
Credivel