Fale com a gente
Desafio APAE

Esporte

A América é Rubro-Negra! No basquete, Flamengo bate o Real Estelí e conquista a Champions Américas

Flamengo levantou o troféu da Champions Américas, mas dessa vez invicto

Publicado

em

Silveira institucional

O Flamengo é o grande campeão das Américas! A equipe carioca venceu a Champions Américas depois de bater o anfitrião Real Estelí por 84 a 80, calando um ginásio com quase 5 mil pessoas e levantando o troféu mais importante do continente nesta terça-feira, 13. 

A equipe Rubro-Negra conquistou o feito sete anos depois de levar a Liga das Américas. Vale lembrar que a Champions do basquete foi criada na temporada 2019/20. Jogando em Manágua, na Nicarágua, local onde foi realizada a fase final do torneio, o time do técnico Gustavo De Conti deu um show e mostrou para todos que sim, tem um time competitivo.

E agora?

Com o título da Champions Américas, o Flamengo se garantiu na disputa da próxima edição da Copa Intercontinental, o Mundial Interclubes da modalidade, onde participa pela terceira vez e foi campeão do torneio em 2014. 

Antes do triunfo Rubro-Negro, o Minas venceu o São Paulo por 75 a 58, ficando com a terceira colocação da Champions League. Já na fase final, o Franca foi eliminado pelo Real Estelí nas quartas. 

Jezreel De Jesus foi o cestinha da final com 23 pontos marcados e do lado do Flamengo, o maior pontuador foi Rafael Hettsheimeir com 21, que ainda ganhou o troféu de MVP da competição. 

Outros jogadores com participações importantes na decisão foram: Yago, marcando 16 pontos, Marquinhos, com 15 pontos e Luke Martinez, com 12 pontos. 

Veja como as equipes chegaram para a decisão: 

Real Estelí: Jerzeel de Jesus, Bartel Lopez, Renaldo Balkman, Alexander Franklin e Javier Mojica. Entraram: Jared Ruiz, Jeleel Akindele, Sharlon Hodgson e Dalton Cacho. Técnico: David Rosario.

Flamengo: Yago, Marquinhos, Rafael Hettsheimeir, Luke Martinez e Leo Demétrio. Entraram: Rafa Mineiro, Diego Figueiredo e Jhonatan dos Santos. Técnico: Gustavo De Conti.

O jogo

1° quarto 

O Flamengo abriu o placar com uma cesta de três de Luke Martinez com cinco segundos jogados. 

O Real Estelí virou aos dois minutos, quando De Jesus pontuou, sofreu falta e fez 6 a 5. Aos três minutos, Rafael Hettsheimeir acertou uma bola de três, empatando em 10 a 10. 

No entanto, um minuto depois Alexander Franklin marcou 16 a 10 para os donos da casa, obrigando Gustavo De Conti a parar o jogo pela primeira vez. 

Com seis, De Jesus chutou para três e ampliou a vantagem do Real Estelí para 19 a 10. Inspirado, ele chegou a 14 pontos na partida ao fazer 21 a 13 numa infiltração. 

O Flamengo não se deixou abalar e aos sete, Hettsheimeir acertou mais uma bola de três, diminuindo para 21 a 18. 

Com 46 segundos para o fim do quarto, Hettsheimeir voltou a deixar o Flamengo na frente, fazendo 24 a 23. Só que Jared Ruiz pontuou na sequência, definindo o placar da etapa em 25 a 24 para os anfitriões. 

2° quarto 

No segundo quarto, o jogo continuou com a mesma pegada e Leo Demétrio fez os dois primeiros pontos do período e Jeleel Akindele respondeu para o Real Estelí.

Aos três minutos, Luke Martinez acertou bola de três, marcando 29 a 27 para o Flamengo. 

Aos quatro, foi a vez de Marquinhos arriscar o chute de longe e ampliar para 32 a 27. 

O adversário sentiu e passou a errar bastante. Tendo nada a ver com isso, o Rubro-Negro partiu para cima e abriu 35 a 27. 

Aos sete, Franklin acertou uma bola de três, colocando o Real Estelí novamente no jogo. Só que Jhonatan e Rafa Mineiro pontuaram na sequência, deixando a equipe brasileira com nove de vantagem, 39 a 30. 

Já dominado, o time da casa só foi mostrar sua reação somente nos segundos finais do quarto, quando De Jesus pontuou e sofreu falta, decretando números finais à primeira etapa em 44 a 37. 

3° quarto

Com uma infiltração, Balkman abriu o placar do terceiro quarto e os primeiros pontos do Flamengo no período foram anotados por Luke Martinez.

Aos dois minutos, De Jesus diminuiu para 46 a 43, mas o Rubro-Negro respondeu com cinco pontos seguidos de Marquinhos, voltando a abrir a vantagem em 51 a 43. 

Aos quatro, Jhonatan puxou o contra-ataque e fez 55 a 46. Motivado, ele ainda acertou uma bola de três pouco depois, aumentando para 60 a 46. 

Com seis minutos, Franklin diminuiu para 63 a 52. Só que Leo Demétrio fez 65 a 55 e não deixou o rival encostar. 

Aos 10, Yago fez uma bela jogada individual, marcou 67 a 58 e ainda deu tempo para Balkman reduzir para 67 a 60 nos segundos derradeiros, renovando as esperanças do Real Estelí para o último quarto. 

4° quarto 

Embalado com a motivação da torcida, o Estelí começou o quarto período diminuindo para 68 a 63. Logo aos dois minutos, foi a vez de Mojica cortar a diferença para três pontos e fazer 68 a 65. 

Pouco depois, Balkman reduziu para 68 a 67, mas o Flamengo não se abateu e aos três, Yago fez 71 a 65 em uma bola de três. 

Aos quatro, o time da casa voltou a se aproximar do empate depois de uma cesta de Ruiz, deixando 73 a 71. A virada veio a quatro minutos do fim, quando Mojica marcou 76 a 75. 

Vendo o rival na frente, Gustavinho parou o jogo para tentar recompor o Flamengo, e funcionou! 

Depois da parada, Yago ditou o ritmo e o time brasileiro pulou para 79 a 76, deixando a partida emocionante até o fim. 

A 21 segundos do término, Yago sofreu falta e foi para os dois lances livres. Ele converteu os dois arremessos, deixando o Flamengo mais perto ainda da vitória. 

Na sequência, De Jesus pontuou dando as últimas esperanças ao Estelí, mas não adiantou, e o Flamengo segurou o rival, vencendo a final por 84 a 80. 

FONTE: SportBuzz

1º Banner
Espaço Homem