Fale com a gente
Alpha Investimentos

Política

União Brasil não será base de Lula mesmo com ministérios, diz presidente do partido

Segundo Luciano Bivar, há na legenda ainda muitos setores contrários a adesão mesmo com o recebimento dos ministérios

Publicado

em

Foto: FÁTIMA MEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Velho Oeste

O presidente do União Brasil, deputado Luciano Bivar, disse à CNN que o partido não será base formal do governo de Luiz Inácio Lula da Silva apesar de ter aceitado três ministérios.

“A gente não faz parte do governo Lula. Vamos votar com o governo o que for de interesse do Brasil”, ressaltou Bivar.

Müller Contabilidade

Segundo ele, há na legenda ainda muitos setores contrários a adesão mesmo com o recebimento dos ministérios.

Parte do partido se rebelou internamente pelo veto do PT para que o líder do União Brasil na Câmara, Elmar Nascimento, assumisse uma pasta.

“O partido ainda tem muita gente contrária a adesão ao governo Lula. Não vakos bater de frente com eles. Quando chegar no momento oportuno vamos debater isso internamente”, explica Bivar.

O presidente do União Brasil disse ter deixado essa posição claramente a Lula em reunião na manhã desta quinta-feira (29).

“Eu disse a ele que os ministérios oferecidos não significava que seríamos base. Eu disse para não colocar isso na conta do partido. Ele aceitou.”

O União Brasil tem 59 deputados eleitos e deve ter dez senadores. Nos ministérios, foram anunciados Daniela de Souza Carneiro (“Daniela do Waguinho”) para o Turismo e Juscelino Filho para as Comunicações. Já Waldez Goés, que é do PDT, foi indicado pelo União Brasil, segundo Lula, e comandará a pasta de Integração Nacional.

Clube Náutico
Continue Lendo

Doce Arte
Doce Arte