Fale com a gente
Lar – Raízes

Policial e Trânsito

Criança anda dois quilômetros com irmã no colo após ver a mãe ser agredida

A menor de apenas 11 anos relatou polícia que seu pai estava em casa e queria que sua mãe fosse comprar droga

Publicado

em

Panorama Espetaria

Os fatos ocorreram na madrugada do dia 31 de julho de 2021 no município de Marechal Cândido Rondon.

Um homem entrou em contato com a polícia e informou que sua neta menor de idade chegou em sua residência com a irmã em seu colo e informou que seu pai havia agredido sua mãe e que a mesma fugiu da casa.

NM Empreendimentos – Linha Arara

A menor de apenas 11 anos relatou a equipe que seu pai estava em casa e queria que sua mãe fosse comprar droga (cocaína, pó) para ele, mas que a mãe não foi e após isso ele havia dado vários socos e que um deles havia feito a boca sangrar.

A criança informou que teve muito medo das agressões por isso pegou sua irmã menor e colocou no colo e andou por quase 2 quilômetros a pé em um frio de cerca de 7 graus (apenas de pijamas) em busca de ajuda na casa de sua vó materna, ela relatou ainda que sua mãe e sua irmã do meio ainda permaneciam na residência corriam perigo.

Diante das informações foi deslocado até a casa da família e tentado contato verbal de fora para dentro e ninguém respondia, foi também tentando bater em todas as portas e janelas além de palmas na residência, gritos de “abra a porta é a polícia”, aos moradores e mesmo assim ninguém respondia, do lado de fora.

Percebia-se que tinham pessoas dentro do imóvel e que ninguém respondia, diante das
tantas negativas de contato por cerca de 40 minutos no local para averiguar a integridade física das vítimas foi decidido por arrombar a porta da residência.

A equipe policial então arrombou uma porta de lata na lateral da casa, e nesse momento o suspeito que estava dentro de um quarto saiu do mesmo, foi dada voz de abordagem e o mesmo
algemado.

A outra criança estava dormindo no quarto e a mãe não se encontrava no imóvel, enquanto a equipe realizava o levantamento das informações chegou via Copom a informação de que a mãe estaria escondida na casa de uma amiga.

Foi então colocado o suspeito no camburão da viatura e deslocado ate a 2 CIA PM para confecção do presente boletim de ocorrência.

A mãe das crianças encontrava-se com um corte no rosto, o sangue visível, também alguns inchados na cabeça como se tivesse sido golpeada. O conduzido estava alterado, realizando ameaças veladas de que ele não ficaria preso para sempre, de que ele sairia e iam ver o que aconteceria, que ela se prejudicou com isso, que hoje era ele e amanhã seria a vez dela.

O encaminhado não ofereceu resistência na prisão e não foi necessário realizar o uso da força. Durante a confecção do presente boletim a mãe das crianças relatou que durante o soco que levou
na face, acabou perdendo um dente pela força do impacto.

Informou que o suspeito apareceu na residência de posse de alguns produtos que teriam sido furtados da casa de um vizinho. Um forninho elétrico e 2 aparelhos de DVD conforme auto de apreensão do presente boletim.

Primeiro banner
Continue Lendo

Empório da Pizza – Cotação
Certo Imóveis – Feirão