Fale com a gente
topo integrity

Economia

Confiança dos pequenos negócios cresce após cinco meses de queda

O Índice de Confiança de Micro e Pequenas Empresas teve alta de 6,6 pontos em abril, segundo o Sebrae e a FGV.

Publicado

em

Índice de confiança dos pequenos negócios cresceu em abril, aponta estudo do Sebrae e da FGV — Foto: Reprodução PEGN
Silveira institucional

A confiança dos pequenos negócios cresceu em abril após cinco meses de queda, segundo estudo do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O Índice de Confiança de Micro e Pequenas Empresas (IC-MPE) de abril teve alta de 6,6 pontos e atingiu o patamar de 88,1.

Gramado Presentes

O aumento foi motivado, principalmente, por uma melhora do otimismo para os próximos meses no comércio. O Índice de Expectativa de Micro e Pequenas Empresas (IE-MPE) subiu 10,4 pontos e chegou ao patamar de 87,1 pontos.

Em março, com o fim de programas emergenciais e a adoção de medidas mais restritivas para controlar a pandemia do coronavírus, o índice de confiança dos pequenos negócios tinha despencado.

Agora, apesar do crescimento, a alta no índice deve ser encarada com parcimônia, de acordo com Carlos Melles, presidente do Sebrae.

“A continuidade desta recuperação dependerá de programas de manutenção de emprego e auxílio às empresas e sinalizações mais positivas em relação à pandemia, como a ampliação do programa de vacinação e novos programas para micro e pequenas empresas”, afirma Melles.

O IC-MPE agrega os índices de confiança dos três principais setores da economia: comércio, serviços e indústria de transformação.

Boas expectativas no comércio

comércio foi o setor que melhor mostrou desempenho. O Índice de Confiança do Comércio de Micro e Pequenas Empresas (ICOM-MPE) cresceu 11,6 pontos em abril, chegando a 79,9 pontos.

A recuperação representa mais do que a metade da queda ocorrida em março de 2021 (21,6 pontos). Essa confiança está ligado a uma ligeira melhora da percepção do momento atual e de uma melhora mais forte das perspectivas de curto prazo.

Reação no setor de serviços

Depois de duas quedas seguidas, o setor de serviços deu sinais de reação. O Índice de Confiança de Serviços de Micro e Pequenas Empresas (ICS-MPE) avançou 4,6 pontos e atingiu 79,7 pontos.

Mesmo com o aumento, o índice ainda se mantém no nível mais baixo historicamente. O aumento da confiança se deve a uma melhora das expectativas de curto prazo.

Baixa na indústria de transformação

O Índice de Confiança da Indústria de Transformação de Micro e Pequenas Empresas (ICI-MPE) caiu pela 5ª vez consecutiva. Ele recuou 0,9 ponto, para 95,8 pontos, atingindo o menor nível desde junho de 2020, quando registrou 75,5 pontos.

Com informações de G1

Martin Luther – Enem
Continue Lendo

Portal Espaço Agrícola
Credivel