Fale com a gente
Desafio APAE

Agronegócio

Brasil recebe autorização para exportar ovos ao Chile e Argentina

Segundo a ABPA, a proximidade dos destinos pode incrementar as exportações brasileiras do produto, que cresceram 150% no 1º bimestre

Publicado

em

Foto/arquivo Portal Rondon
Silveira institucional

O Brasil recebeu autorização sanitária para exportação de ovos in natura para a Argentina e o Chile. A informação foi confirmada pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Em nota, a entidade celebrou a dupla autorização de exportações ocorrida na última quinta-feira, 8, com a publicação de Certificados Sanitários Internacionais (CSI’s).

Os CSI’s foram publicados pelo ministério da Agricultura (Mapa), e são válidos para todos os estados, no caso da Argentina; e para todos os estabelecimentos localizados no Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e São Paulo, no caso do Chile.

Primeiro Banner

De acordo com a ABPA, as exportações brasileiras de ovos do Brasil têm obtido bons resultados em 2021. No primeiro bimestre, o setor acumulou alta superior a 150%, índice que deve se manter com os resultados de março, conforme dados preliminares calculados pela ABPA. Com a abertura da Argentina e do Chile – mercados geograficamente mais próximos que o atual principal destino do setor, os Emirados Árabes Unidos – há boas expectativas quanto ao incremento ainda maior das vendas do setor.

“A proximidade dos mercados são facilitadores para as vendas do setor. O Brasil se consolidou como grande produtor e agora busca novas fronteiras para as vendas de ovos produzidos no país. Com estes dois mercados viabilizados ontem, há boas expectativas de expansão dos negócios”, avalia Ricardo Santin, presidente da ABPA.

Com informações de Canal Rural

Primeiro Banner