Fale com a gente
SF CONSTRUTORA TOPO ABSOLUTO TOPO 2

Política

Heinrich defende prioridade de professores e funcionários na vacina contra o COVID-19

Ele justifica o pedido, pois, conforme o Plano Estadual de Vacinação, os trabalhadores da educação estão apenas em 12º lugar dentre os 21 grupos prioritários

Publicado

em

Vereador rondonense Rafael Heinrich (FOTO: Assessoria)
Velho Oeste

O vereador rondonense Rafael Heinrich é autor de requerimento em que solicita que o Governo do Paraná dê prioridade aos professores e funcionários de escolas e universidades na vacinação contra o COVID-19. Ele justifica o pedido, pois, conforme o Plano Estadual de Vacinação, estima-se vacinar 4.019.115 paranaenses, separados em 21 grupos prioritários, dos quais os trabalhadores da educação estão apenas em 12º lugar.

Considerando a exposição destes profissionais diante do retorno às aulas presenciais, solicitamos que esta categoria profissional seja reclassificada como o 4º grupo prioritário. Assim, seriam vacinados na sequência dos profissionais de saúde, pois somam um quantitativo menor, de 210.897 pessoas, quando comparados aos demais grupos, que somam 2.988.701 pessoas, que pelo plano estadual atual, estão previstas para serem vacinadas antes dos trabalhadores da educação, detalha.

Müller Contabilidade

De outra parte, Heinrich é autor de outras três indicações. Uma delas é para que a Prefeitura alargue a Rua Presidente Costa e Silva e faça o asfaltamento da Rua Amapá, entre a Avenida Irio Jacob Welp e a Rua Presidente Costa e Silva, melhorando o acesso à UPA Unidade de Pronto Atendimento. A pavimentação atual destas vias dificulta o acesso e gera desconforto aos pacientes.

A segunda indicação para que a Prefeitura melhore a drenagem das águas pluviais que se acumulam no passeio público na Rua Santa Catarina, na esquina com a Avenida Maripá.

A última sugestão é para que a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana instale meia lombada na rodovia que liga a sede municipal ao distrito de Margarida, devendo o referido equipamento ser instalado 100 metros antes da ponte sobre o Rio Arroio Fundo, apenas no sentido sede-distrito, seguida de tachões lineares que possam garantir a segurança daqueles que acessam o Moinho Paulínea, localizado ao lado da ponte.

FONTE: Criatiano Viteck/ Assessoria Câmara

SF CONSTRUTORA TOPO ABSOLUTO
Continue Lendo

Doce Arte
Doce Arte