Mundo ultrapassa marca de 2 milhões de mortes por Covid-19

O mundo ultrapassou nesta sexta-feira, 15 de dezembro, a marca de 2 milhões de mortes em decorrência do coronavírus, pouco mais de um ano após o primeiro óbito confirmado, de acordo com levantamento da Universidade Johns Hopkins. No total, 93.418.283 pessoas foram oficialmente diagnosticadas com a doença em todo o planeta, dentre as quais 2.000.905 morreram.

O Estados Unidos seguem como o país com o maior número de infecções (23,3 milhões) e de óbitos (389.581). A Índia vem logo em seguida em volume de diagnósticos (10,5 milhões).

O país asiático soma 151,9 mil mortes, atrás de Brasil (207.095 mortes), que tem 8.324.294 casos.

 


FONTE: Estadão Conteúdo

Covid-19: Brasil registra 7,71 milhões de casos. Em Marechal são 175 ativos

De acordo com o Ministério da Saúde, o novo coronavírus levou a óbito 195,7 mil brasileiros. Somente em Marechal Cândido Rondon foram 33 mortes.

O número de pessoas infectadas no Brasil desde o início da pandemia soma 7.716.405. Apenas de sexta-feira (1º) até ontem (2) mais 15.827 novas pessoas foram diagnosticadas com Covid-19.

A quantidade de brasileiros que se recuperaram chega a 6.769.420.

São Paulo registrou o maior número de óbitos, foram 46,808. Na sequência, aparece o Rio de Janeiro com 25,608 óbitos, seguido de Minas Gerais (12.023). No Paraná, 8.001 pessoas morreram devido às complicações causadas pelo coronavírus.

Conforme dados divulgados no boletim do setor de epidemiologia da Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon, neste sábado (02) , os casos ativos no município rondonense chegaram a 175. Destes, 7 pessoas estão internadas na UTI e duas em hospitais ou na UPA. Ainda, 166 estão em isolamento domiciliar.

No Paraná, a Secretaria de Estado da Saúde registrou 1.282 novos casos confirmados nos últimos dias, segundo o boletim deste sábado.

MUTAÇÃO DO NOVO CORONAVÍRUS

A Sociedade Brasileira de Infectologia tem alertado os laboratórios para a variante do SARS-CoV-2, que apesar de não provocar sintomas mais graves, tem a taxa de transmissão mais alta gerando grande preocupação ao governo. Esta nova variante requer mais de uma forma de detecção por parte dos laboratórios, devido ao grande risco de falsos negativos.

A nova cepa do coronavírus já atingiu mais de 30 países, sendo o Reino Unido o primeiro deles.

 

———————————————————

Redação: Portal Rondon

Situação epidemiológica da covid-19 no Brasil 02/01/2021 – Divulgação/Ministério da Saúde
Conforme dados divulgados no boletim do setor de epidemiologia da Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon, neste sábado (02)