Fale com a gente
Velho Oeste

Policial e Trânsito

Casos de violência doméstica em Guaíra: Polícia intervém em duas ocorrências no mesmo dia

Dois Incidentes de Lesão Corporal e Agressão Marcam o Dia 8 de Junho em Guaíra, Resultando em Intervenções Policiais e Investigações Continuadas

Publicado

em

Dr Guilherme Dentista

Primeira Ocorrência: Agressão em Aldeia Indígena

Na manhã de 8 de junho de 2024, por volta das 08h30min, a equipe policial de Guaíra foi acionada pelo COPOM para atender uma ocorrência de violência doméstica na aldeia local. A FUNAI, a Polícia Federal e o oficial CPU foram informados da situação. Na chegada à aldeia, o cacique acompanhou a equipe até a residência onde ocorreu o fato.

No local, a equipe encontrou a vítima e o suspeito, que apresentava sinais de embriaguez. Separadamente, a vítima relatou que seu esposo estava consumindo bebida alcoólica com um amigo e, em certo momento, tornou-se agressivo, desferindo um soco em sua boca. Um amigo do casal tentou intervir e entrou em luta corporal com o suspeito, mas se evadiu antes da chegada da polícia.

Gramado Presentes

Os envolvidos foram conduzidos à 13ª DRP de Guaíra para as diligências cabíveis, sem a necessidade do uso de algemas no transporte do suspeito.

Segunda Ocorrência: Agressão por Descontentamento Doméstico

Mais tarde, por volta das 20h25min do mesmo dia, a equipe policial foi novamente acionada para atender uma situação de lesão corporal e violência doméstica em outro endereço. Chegando ao local, a vítima estava acompanhada de sua mãe, que não presenciou o fato pois estava em outro cômodo da residência.

A vítima relatou que estava preparando uma refeição quando seu convivente, insatisfeito, iniciou uma discussão verbal. O desentendimento escalou para violência física, com o suspeito agarrando a vítima pelo pescoço e desferindo um soco. A vítima correu e ameaçou chamar a polícia, o que fez com que o suspeito fugisse. Embora não apresentasse lesões aparentes, a vítima queixou-se de dores internas e recusou atendimento médico.

A equipe realizou buscas nas proximidades baseando-se nas características do suspeito, mas não obteve êxito em localizá-lo. Orientações foram fornecidas à vítima sobre seus direitos e as providências cabíveis, e o boletim de ocorrência foi encaminhado à 13ª DRP de Guaíra para as ações necessárias.

Esses incidentes ressaltam a necessidade de vigilância constante e de ações rápidas por parte das autoridades para combater a violência doméstica. A polícia de Guaíra continua a investigação para garantir que os responsáveis sejam devidamente processados, promovendo um ambiente seguro para as vítimas.

Velho Oeste
Continue Lendo

Doce Arte
Doce Arte