Fale com a gente
Bonni Restaurante

Agronegócio

Leilão que serviria para o Brasil comprar mais arroz é suspenso devido a alta nos preços

Diante das enchentes no RS, o governo busca comprar o cereal de outro país para que não haja desabastecimento interno e, consequentemente, uma elevação nos preços

Publicado

em

Foto: TV Cultura.
Rui Barbosa

Marcado inicialmente para esta terça-feira (21), o leilão de compra por meio do qual o Brasil adquiriria arroz do Mercosul foi suspenso. A decisão se deu após o bloco elevar em até 30% o preço do cereal.

“Se for querer especular, nós buscamos de outro lugar”, alegou o ministro Carlos Fávaro, da Agricultura, em entrevista concedida ao veículo “g1”. “Nós íamos comprar 100 mil toneladas, mas, pelos preços que eles estavam anunciando, nós íamos comprar só 70 mil (…) eles vão voltar para a realidade, porque não é justo“, completou.

Alpha Investimentos

Diante das enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul, o estado que mais produz o item em todo o país, o Governo Federal busca comprar o cereal de outro país. Desta forma, não haveria desabastecimento interno e, consequentemente, uma elevação no preço do produto.

Na última segunda-feira (20), o comitê executivo da Câmara de Comércio Exterior (Camex) aprovou a isenção de imposto de importação para três tipos de arroz. Anteriormente, o governo já havia publicado uma medida de caráter excepcional que autoriza a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) a importar até 1 milhão de toneladas de arroz para recomposição de estoques públicos.

Com informação TV Cultura.

Imobiliária Maurício Vazquez
Continue Lendo

Doce Arte
Doce Arte