Fale com a gente
Tic Tac

Economia

Indústria paranaense fecha 2023 com alta de 1,5%, melhor resultado da região Sul

Paraná foi o único estado da região com crescimento entre janeiro e dezembro do ano passado

Publicado

em

Foto: AEN
Gramado Presentes

A produção industrial do Paraná fechou o ano de 2023 com alta de 1,5%, de acordo com a Pesquisa Industrial Mensal (PIM), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (8). Os números, referentes ao acumulado entre janeiro e dezembro, são os melhores da região Sul do Brasil. Neste mesmo período, a produção industrial de Santa Catarina teve queda de 1,3%, enquanto o Rio Grande do Sul recuou 4,7%.

A atividade industrial paranaense também esteve acima da média nacional no ano passado. De janeiro a dezembro de 2023, a alta da indústria brasileira foi de 0,2%. Dos 18 estados pesquisados pelo IBGE, 10 registraram alta e outros oito apresentaram queda.

tryideas

Quatro setores industriais puxaram o índice paranaense para cima em 2023. A produção de derivados de petróleo e biocombustíveis teve a maior alta registrada no Estado entre janeiro e dezembro, com crescimento de 17,1% no período. Na sequência estão a fabricação de produtos alimentícios, que cresceu 6,7%, a produção de bebidas, com alta de 5,1%, e a produção moveleira, que registrou aumento de 2,2% no ano no Paraná.

Nestes quatro setores, o Paraná também apresentou aumento superior à média nacional. Em todo o Brasil, a indústria de derivados de petróleo e biocombustíveis cresceu 6,1%, a indústria alimentícia subiu 3,7% e a fabricação de bebidas registrou alta de 0,9%. A produção de móveis, em todo o país, caiu 1,3%.

RECORDE EM 2023 – O ano também foi emblemático no setor porque o Paraná alcançou em novembro o maior nível da produção industrial desde janeiro de 2012. O Estado chegou ao índice de 113.82591 no mês, segundo a PIM. Até então, o maior índice da produção paranaense na série histórica do IBGE tinha sido alcançado em dezembro de 2011, quando chegou ao patamar de 122.45216. O ritmo na produção industrial também ultrapassou os números pré-pandemia. 

Com informação AEN.

Tic Tac
Continue Lendo

Doce Arte
Doce Arte