Fale com a gente
Auto Elétrica do João

Mundo

Terremoto registrado entre a Bolívia e o Peru é sentido em prédio de Cascavel

Vários países da América do Sul e vários estados do Brasil sentiram os tremores

Publicado

em

| Foto: Tarobá News |
Camargo Café

Um prédio de Cascavel precisou ser evacuado após as pessoas sentirem tremores nas estruturas do edifício. O caso foi registrado na manhã desta quinta-feira (26).

O Corpo de Bombeiros foi acionado e as informações são de que o forte terremoto entre o Peru e a Bolívia foi o motivo dos tremores no prédio. Os militares do Corpo de Bombeiros fizeram vistorias no local, para entender se houve ou não comprometimento da estrutura do prédio, mas nenhuma anomalia foi encontrada.

1º Banner

Vários países da América do Sul e vários estados do Brasil sentiram os tremores.

Com 7,2 de magnitude, o terremoto atingiu a região de Puno, no Peru. Os índices do USGS (serviço geológico dos EUA) mostram que o local fica próximo da fronteira com a Bolívia. O tremor foi registado às 7h02 (09h02 no horário de Brasília), a uma profundidade de 240 quilômetros, segundo informou o Centro Sismológico Nacional do Peru.

“Devido ao nível de intensidade na superfície trêmula, o terremoto não deve causar nenhum tipo de dano, mas sim um susto (na população)”, disse Hernando Tavera, diretor do Instituto Geofísico do Peru, 

Não houve relatos iniciais de danos ou vítimas e não há alerta de tsunami.

O Peru é abalado todo ano por pelo menos 400 terremotos perceptíveis. O país está localizado no chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma área de extensa atividade telúrica que se estende ao longo da costa oeste do continente americano. Em 30 de julho de 2021, um terremoto de magnitude 6,1 sacudiu a costa norte, deixando 40 feridos e danificando 200 casas e quatro templos. Em novembro passado, um forte terremoto de magnitude 7,5 que sacudiu a selva norte do Peru e uma vasta área ao redor da costa central do país deixou 12 casas danificadas, segundo as autoridades. O último terremoto de grande magnitude e consequências trágicas ocorreu em Pisco em 15 de agosto de 2007, quando um tremores de magnitude 7,9, com epicentro na costa central, deixou 595 mortos. Naquela ocasião houve um pequeno tsunami.

PORTO VELHO

Em Porto Velho e prédios públicos como o Tribunal de Justiça, Ministério Público de Rondônia, Assembleia Legislativa e Centro Político-Administrativo do Governo de Rondônia (CPA) precisaram ser evacuados por medida de segurança. O Tribunal de Justiça de Rondônia também teve que ser evacuado.

Servidores do TJ-RO deixam o prédio após tremor de terra — Foto: Eliete Marques/Arquivo Pessoal
Servidores do TJ-RO deixam o prédio após tremor de terra — Foto: Eliete Marques/Arquivo Pessoal

PASSO FUNDO

Por volta das 9h10, diversos ouvintes entraram em contato com a Rádio Uirapuru informando sobre tremores que foram sentidos no município. Relatos vindos de vários prédios do Centro de Passo Fundo diziam que o tremor durou segundos. No prédio do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), inclusive, funcionários tiveram que ficar do lado de fora por alguns minutos.

MANAUS

Servidores do Tribunal de Justiça Amazonas (TJAM) tomaram um susto e a atividade forense pode ser realizada em home-office sem prejuízo dos prazos processuais.

Portal Rondon com informações de Tarobá News, Amazonas1, RDUirapuru, G1 e Jovem Pan

Ótica Da Visão Estilo + Proteção
Continue Lendo

Doce Arte
Novo Banner Loja Mix