Fale com a gente

Geral

Vereador pede que Secretaria de Mobilidade Urbana instale bicicletários na região central de Marechal Rondon

Conforme o vereador cada bicicletário pode ter a proporção de até 10 bikes por uma vaga de veículo

Publicado

em

Martin Luther – Enem

Na segunda-feira (22) foram aprovadas três indicações do vereador Claudio Kohler (Claudinho). Numa delas, Claudinho pede que algumas vagas de veículos na região central da cidade rondonense sejam convertidas em locais específicos para estacionamento de bicicletas.

Conforme o vereador cada bicicletário pode ter a proporção de até 10 bikes por uma vaga de veículo.

Gramado Presentes

“Assim nós conseguiremos fomentar e apoiaremos ainda mais o uso de bicicletas por parte da população local”, disse Claudinho.

Segundo ele, algumas empresas rondonenses manifestaram o desejo de oferecer a estrutura e até mesmo a instalação gratuita do mobiliário ao Município.

O projeto só pode ser colocado em prática, mediante autorização concedida às secretarias municipais de Coordenação e Planejamento, Esportes e Lazer e de Mobilidade Urbana para que iniciarem os trâmites internos.

Claudinho diz que essa ideia foi implementada na cidade de Criciúma (SC) e se obteve sucesso.

Segundo projeção da Secretaria de Mobilidade Urbana, em matéria publicada na imprensa local, existem no Município cerca de 48 mil bicicletas, para uma população de pouco mais de 50 mil habitantes. E Marechal Cândido Rondon conta atualmente com cerca de 30 quilômetros de ciclovias.

Desde a instituição da Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU), em janeiro de 2012, e da exigência da elaboração dos Planos de Mobilidade Urbana, o Município vem priorizando o apoio ao ciclismo.

Na opinião do vereador Claudinho, “há muito a ser feito nessa área, buscando sempre facilitar e apoiar ações que facilitem a mobilidade urbana utilizando bikes nos deslocamentos da população, seja para trabalho, ir na escola, em parques, comércio ou qualquer outro local”, destaca.

“O uso da bicicleta ajuda a evitar congestionamentos em horários de pico, além de ocupar menos espaço para seu estacionamento, visto que em uma vaga para estacionamento de automóveis podem caber até dez bicicletas”, ressalva Claudio Kohler. Inclusive, através de um projeto dos deputados estaduais Goura e Hussein Bakri e do ex-deputado Elio Rusch, Marechal Cândido Rondon foi reconhecida, pela Assembleia Legislativa, como “Cidade Amiga da Bicicleta no Paraná”, ao lado de outros dois municípios: Paranaguá e União da Vitória.

Sendo assim, e considerando as justificativas acima apresentadas, este Vereador fica no aguardo do pronto atendimento deste pleito por parte do Executivo Municipal, permitindo que referida iniciativa seja implementada com grande brevidade, o que muito alegrará toda a comunidade rondonense.

A proposta de maior uso da bicicleta não deve se restringir apenas aos trabalhadores, mas a toda a população, informou o vereador ao Portal Rondon.

“A bicicleta representa melhor mobilidade urbana, menos poluição e mais saúde à população, por isso deve ser incentivada. Cada bicicletário instalado libera mais nove vagas para os carros dos consumidores. Isso beneficiará o comércio como um todo, resolvendo o grave problema de falta de estacionamento nas ruas centrais da cidade”, finaliza o vereador Claudinho.

Mais indicações aprovadas

Na outra indicação do vereador Claudio Kohler, ele sugere que o Executivo Municipal, através do setor competente, efetue uma completa revisão do sistema de iluminação pública existe no entorno e nas proximidades da Escola Municipal Waldomiro Liessen, localizada no Jardim Marechal.

A sua terceira sugestão é para que o Executivo Municipal, através da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, efetue uma nova pintura da sinalização horizontal nas avenidas Rio Grande do Sul e Maripá, em especial das travessias elevadas e das faixas de pedestres, já que muitas estão praticamente apagadas pela ação do tempo.

Portal Rondon/ *com informações da Assessoria

1º Banner
Continue Lendo

Empório da Pizza – Cotação
Certo Imóveis – Janeiro 2022