Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019 Fale Conosco Redação: (45) 9.9801-2350

Realidade aumentada do Google Maps já está disponível para Android e iOS

REALIDADE AUMENTADA | 09/08/2019 | 21:26 |
| Fotos: reprodução/Divulgação/TecMundo |
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Quem se animou com a patente da Apple para realidade aumentada em seu aplicativo de localização já pode conferir a atualização do Google Maps, o Live View. Projetado para ajudar pedestres, ele expande o modo AR para mais usuários (estava em teste desde fevereiro, restrito a quem tem o Pixel), em todos os países em que a função Street View está disponível.

O novo recurso fornece instruções para trajetos a pé usando o banco de dados do Street View e criando uma interface entre o aplicativo e um feed em tempo real da câmera. É como caçar um Pokémon: basta abrir o Google Maps e buscar o trajeto a pé para o lugar a que se pretende ir. Tocando no botão "Live View", na parte inferior do teclado, o modo AR é ativado, com setas e instruções acima das imagens do mundo real.

mapsVeja como usar o Live View no Google Maps

Para saber onde o usuário está, o Google Maps usa a localização aproximada do GPS do smartphone e o banco de dados do Street View, de onde ele captura imagens com localização conhecida e analisa seus aspectos visuais mais marcantes (forma de prédios, monumentos etc.). O sistema, então, compara o que achou no banco de imagens com o que está sendo capturado pela câmera. O aplicativo usa ainda aprendizado de máquina para distinguir recursos transitórios (como chuva ou luz dos postes) dos permanentes (como prédios).

A herança do Google Trips

A atualização do Google Maps também contemplou outras funcionalidades, como reunir reservas de hotel e passagens de avião em um só lugar. Agora, basta acessar o menu lateral e acessar a seção "Reservas", que também funciona offline. Essa facilidade é uma herança do Google Trips, que parou de funcionar nesta semana.

Mesmo óbvio, o Google alerta para que os usuários caminhem prestando atenção na rua e não somente na tela do celular. Usar o Live View também consome mais dados e bateria, provavelmente um detalhe que não impedirá os 5 bilhões de usuários do Google Maps de experimentarem a novidade.

Com Tec Mundo


PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL