Marechal: Arrastão no Bairro Ana Paula é adiado

Conforme vinha sendo anunciado durante a semana, de que caso chovesse neste sábado, dia 16, o arrastão contra a dengue marcado para ser realizado no Bairro Ana Paula, em Marechal Cândido Rondon, seria adiado.

Desta forma, no início da manhã, a Secretária de Saúde, Marciane Specht, em acordo com os demais envolvidos na ação, decidiu pelo adiamento para o próximo sábado, 23.

Ao longo da semana serão definidos e anunciados os detalhes para as atividades.

 


FONTE: Divulgação/Facebook

AMAR reforça pedido para a população mercedense separar o lixo e identificar o reciclável

Papel (jornais, revistas, livros, cadernos), papelão, plástico, latinhas de alumínio, garrafas pet, embalagens e copos descartáveis não são lixo e valem dinheiro. Por isso, devem ser “separados” (do lixo comum), para reciclagem e venda. E esse trabalho, é exemplarmente realizado pela AMAR (Associação Mercedense de Agentes Recicladores).

Os associados são mercedenses, que receberam apoio da Prefeitura para formar a entidade, manter o negócio e sobreviver de suas vendas. Portanto, vivem do trabalho de coletar, prensar e vender o material para recicladoras.

Além de garantir o sustento de várias famílias do município, o trabalho de coleta e preparo de material para reciclagem é fundamental para a preservação do ambiente e da saúde pública, já que esses ingredientes (lixo/meio ambiente/saúde pública) fazem parte de um mesmo pacote.

Existe, também, a recolha de óleo de cozinha e de vidros (que podem ser armazenado em garrafas pet).

Para que o trabalho da coleta seletiva continue crescendo, a população do município está sendo sensibilizada a participar fazendo a separação correta dos materiais.

Semanalmente o caminhão passa realizando a recolha dos materiais por toda a sede municipal e nos distritos de Arroio Guaçu e Três Irmãs:

-Terça-feira: região leste da cidade (iniciando da Avenida João XXIII em sentido a BR-163)

-Quarta-feira: região oeste da cidade (iniciando da Avenida João XXIII em sentido ao Lago Municipal)

-Quinta-feira: Distritos de Arroio Guaçu e Três Irmãs

-Recolhas no interior podem ser agendadas pelo telefone (45) 3256-8088.

 


FONTE: Assessoria

Enem 2020 começa amanhã (17); saiba o que muda nas provas deste ano

Esta edição do Enem 2020 (Exame Nacional do Ensino Médio) vem cheia de mudanças. A primeira anunciada pelo MEC (MInistério da Educação) é a versão digital do exame.

Neste ano, 96 mil estudantes não farão as provas em papel, eles responderão as questões, pela primeira vez na história do exame, em um computador. A expectativa do MEC que é as provas sejam 100% digitais até 2026.

Este ano, a prova piloto servirá como um guia para o processo de transição do papel para o digital, todas as questões serão respondidas no computador, mas a redação será entregue em papel. Os inscritos deverão se deslocar até o local de prova, não poderão fazer o Enem de casa, por exemplo.

Como medida de segurança, os candidatos não poderão acessar nenhum programa ou a internet. As provas serão aplicadas nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

A prova impressa começa a ser aplicada neste domingo (17). A pandemia impôs uma série de mudanças para a realização do exame. Para evitar aglomeração e o risco de transmissão do novo coronavírus, os portões deverão abrir meia-hora mais cedo que o de costume, às 11h30.

Outra mudança está na obrigatoriedade do uso de máscaras durante todo o tempo que o estudante estiver no local de prova. A máscara deverá cobrir o nariz e a boca e só poderá ser retirada para a identificação na entrada e para a alimentação.

Álcool em gel será distribuído nos locais de exame e os candidatos também poderão levar. A higienização das mãos é obrigatória antes de entrar na sala de prova.

As salas estarão mais vazias para garantir o distanciamento entre os candidatos. O esperado é que os estudantes mantenham um distanciamento de 1,5m tanto nas salas como na entrada e saída.

 


FONTE: R7

 

Internacional encara o Fortaleza neste domingo (17)

Ontem (15), o treinador Abel Braga comandou a penúltima atividade do Internacional visando ao desafio deste final de semana contra o Fortaleza.

Sem poder contar com Thiago Galhardo e Rodrigo Moledo, lesionados, o técnico testou alternativas para o duelo de amanhã, domingo (17), no Beira Rio. Edenilson e Yuri Alberto retornam de suspensão e estão à disposição da comissão técnica.

A partida está marcada para as 20h30, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 


FONTE: Internacional

INSS: prazo para recorrer de auxílio-doença negado termina hoje

O segurado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que teve o auxílio-doença negado em 2020 tem até este sábado (16) para agendar uma nova perícia médica. O pedido deve ser feito pelo aplicativo Meu INSS ou pelo telefone 135.

Pode recorrer da decisão quem pediu o adiantamento do auxílio e teve o benefício negado e quem requereu o auxílio-doença a partir de 1º de fevereiro de 2020, mas não conseguiu passar pela perícia médica.

Desde setembro, as perícias voltaram a ser presenciais nas 491 agências do INSS em todo o país, após meses de atendimento virtual por causa da pandemia da covid-19. Apenas os médicos peritos pertencentes a grupos de risco – como pessoas com mais de 60 anos, grávidas, lactantes e pessoas com doenças graves – continuam trabalhando remotamente.

Ao ir para a perícia, o segurado deverá levar todos os documentos que comprovem o motivo do afastamento do trabalho, como laudos, exames, atestados e receitas médicas. O auxílio-doença é pago a empregados que não podem ir ao trabalho por mais de 15 dias em decorrência de enfermidade ou de acidente.

Para evitar a aglomeração de pessoas nas agências, o INSS antecipou, entre março e novembro, parte do auxílio doença. O segurado recebeu um adiantamento de até R$ 1.045 – valor do salário mínimo no ano passado – sem a necessidade de perícia. Após a confirmação do benefício pelo médico perito, a quantia recebida antecipadamente seria descontada dos futuros pagamentos.

De acordo com o INSS, a diferença entre o salário mínimo e o valor do auxílio doença, caso este seja superior ao mínimo, foi paga em dezembro. Eventuais ajustes estão sendo feitos neste início de 2021.

 


FONTE: Agência Brasil

Grêmio arranca empate com Palmeiras na abertura da 30ª rodada

Com o empate, o time paulista permaneceu na 6ª posição, com 48 pontos, enquanto o Tricolor foi para a 4ª posição com 50 pontos.

Palmeiras sai na frente

Jogando em casa, e motivado pela classificação para a final da Libertadores, o Verdão foi muito superior na etapa inicial, na qual conseguiu 11 finalizações, acertando três chutes na trave com os atacantes Rony, Willian e Breno Lopes.

E, de tanto tentar, o time paulista abriu o placar aos 32 minutos com o meio-campista Raphael Veiga, que chegou ao 16º gol na temporada pela equipe paulista.

Empate no final

Mas a segunda etapa se apresentou de uma forma completamente diferente, com o Grêmio assumindo as ações e pressionando até alcançar a igualdade, que veio apenas nos minutos finais. Quando, aos 42 minutos, Luiz Fernando cruza para Diego Souza fazer de cabeça. Palmeiras 1, Grêmio 1, placar final.

Na próxima rodada o Grêmio recebe o Atlético-MG na próxima quarta-feira (20). Um dia depois o Verdão visita o Flamengo no estádio do Maracanã.

Veja a tabela da Série A do Brasileiro.

 


FONTE: Agência Brasil

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 13 milhões

A Mega-Sena sorteia neste sábado (16) um prêmio de R$ 13 milhões.

 

As seis dezenas do concurso 2.335 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

 

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa, em todo o país ou pela internet.

 

O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

 


Redação: EBC-Agência Brasil

Programa de Bolsas de Estudos Senac PR oferece 13 mil vagas em todo o estado. Veja como se candidatar

Com o objetivo de dar apoio ao comércio paranaense para a retomada econômica de 2021, o Senac PR investirá mais de R$ 18 milhões em 13 mil Bolsas de Estudo no estado. O Programa de Bolsas de Estudo Senac PR vai atender todos os 399 municípios paranaenses.

As bolsas de estudos são para cursos Livres e Técnicos EAD, com carga horária entre 40 e 1200 horas de aulas teóricas e práticas. Os títulos livres são: Qualidade no Atendimento ao Cliente, Gestão de Pequenos Negócios em Comércio e Serviços e E-Commerce – Vendendo no Comércio Eletrônico.

A escolha dos títulos foi pensada para atender uma demanda crescente durante a pandemia, com foco em vendas online e excelência no atendimento ao cliente. Além do apoio ao comércio paranaense para a retomada em 2021, o Senac tem o objetivo de fomentar a educação profissional no estado, capacitando 13 mil alunos de forma remota e gratuita, contribuindo com a formação da nova geração de comerciários.

Lançamento:

O anúncio oficial do Programa de Bolsa de Estudos Senac PR será feito na próxima segunda-feira (18), às 17h, no canal do Senac PR no Youtube. Na live de lançamento serão explicados mais detalhes sobre as inscrições e processo seletivo.

O agendamento das aulas dos cursos livres está previsto a partir de o dia 18 de fevereiro, de forma remota.

Serviço

Programa de Bolsa de Estudos Senac PR

13 mil vagas para jovens e adultos em cursos livres e técnicos ead

Lançamento online: 18/01, às 9h

Canal do Youtube Senac PR https://www.youtube.com/user/senacpr

 


FONTE: Assessoria

FPFS define data de início da Série Ouro de 2021

“A Federação Paranaense de Futebol de Salão (FPFS) confirmou na quinta-feira (14), o planejamento para a Série Ouro do estadual de 2021. Em ofício enviado aos 16 clubes integrantes do certame, a entidade informou que o arbitral acontecerá dia 18 de fevereiro. a primeira rodada deve acontecer dia 13 de março e a previsão é que o campeonato termine dia 11 de dezembro.

Em 2021 a competição terá dois clubes a mais em relação as edições passadas. Na temporada passada, em razão da pandemia a FPFS optou por cancelar o rebaixamento.

Além de Operário Laranjeiras e Coronel, promovidos da série Prata, disputam a elite os seguintes clubes: Cascavel (atual campeão), Ampére, Campo Mourão, Chopinzinho, Dois Vizinhos, Foz Cataratas, Marechal, Palmas, Pato, São José dos Pinhais, Siqueira Campos Toledo e Umuarama.

 


Fonte: Correio do Povo do Paraná

Copel flagrou quase 11 mil “gatos” de energia em 2020

No decorrer de 2020, a Copel identificou 10.970 situações de furto de energia no Paraná. Isso representa o equivalente a 57,1 GWh, que seria suficiente para abastecer, por um ano, um município do porte de Sertanópolis ou Cruzeiro do Oeste, por exemplo.

A companhia realizou mais de 65 mil fiscalizações em unidades consumidoras para combater o procedimento que é conhecido como “gato”. Esse número é superior a 2019, quando foram feitas 47,8 mil ações de fiscalização e flagrados 10.849 casos de furto de energia, o equivalente a 43,5 GWh.

O furto de energia elétrica é crime previsto em lei, sujeito a prisão com flagrante e os valores devidos são apurados para cobrança posterior, assim como a instalação de um novo medidor. Se for por desvio na corrente que passa no medidor, tem pena de reclusão de um a quatro anos e multa. Já o “gato” por adulteração do medidor caracteriza estelionato, tem pena de reclusão de um a cinco anos e multa.

“Além de crime, o furto de energia pode ocasionar acidentes fatais por choque elétrico, incêndios por curto circuito, avarias em equipamentos e eletrodomésticos”, explica Flávia Martinelli Olienik, gerente de Inspeção da Copel. Isso sem contar a penalização dos demais consumidores, que podem eventualmente ficar sem energia.

Para evitar esses problemas, a Copel mantém um trabalho constante de fiscalizações. Unidades consumidoras com inconsistências ou variações de consumo são inspecionadas. Uma vez constatado o procedimento irregular, a empresa dá início ao processo de cálculo e cobranças do que foi desviado.

As perdas comerciais decorrentes de furto que não são flagradas pela companhia acabam encarecendo a tarifa. O consumidor que tiver informações sobre esse tipo de prática pode fazer a denúncia pelo telefone 0800 51 00116.

 


FONTE: Assessoria

Calendário de vencimento do IPVA 2021 começa nesta segunda-feira

Os paranaenses proprietários de veículos devem ficar atentos: o calendário de vencimento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) começa nesta segunda-feira (18/01). O vencimento varia de acordo com a placa do veículo (confira tabela abaixo).

Em 2021 a novidade é que o pagamento pode ser feito em 5 parcelas mensais com vencimentos em janeiro, fevereiro, março, abril e maio. Além disso, o contribuinte pode pagar à vista, com 3% de desconto.

Assim como em 2020, os contribuintes não receberão boleto em casa, nem qualquer outro tipo de correspondência. Para emitir a guia de pagamento, basta acessar o site www.fazenda.pr.gov.br/ipva. É preciso ter em mãos o número do Renavam, que consta no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV).

Apenas com o número do Renavam também é possível pagar o imposto diretamente nos caixas ou canais de atendimento de sete bancos credenciados: Banco do Brasil, Itaú, Santander, Bradesco, Sicredi, Banco Rendimento e Bancoop.

A quitação do IPVA é requisito obrigatório para emissão certificado de licenciamento de veículo pelo Detran/PR.

PRAZOS DE PAGAMENTO

À VISTA (bonificação de 3%)

FINAL DE PLACA / VENCIMENTO

1 e 2 / 18/01

3 e 4 / 19/01

5 e 6 / 20/01

7 e 8 / 21/01

9 e 0 / 22/01

PARCELADO (sem bonificação)

FINAL DE PLACA / VENCIMENTO

1 e 2 / 18/01 – 18/02 – 18/03 – 19/04 -18/05

3 e 4 / 19/01 – 19/02 – 19/03 – 20/04 – 19/05

5 e 6 / 20/01 – 22/02 – 22/03 – 22/04 – 20/05

7 e 8 / 21/01 – 23/02 – 23/03 – 23/04 – 21/05

9 e 0 / 22/01 – 24/02 – 24/03 – 26/04 – 24/05

 


FONTE: AEN-PR

Meta do Paraná é vacinar 4 milhões de pessoas do grupo de risco até maio

O planejamento do Governo do Estado aponta para a vacinação contra a Covid-19 de aproximadamente 4 milhões de pessoas no Paraná até o fim de maio. Como o processo estadual vai seguir o Plano Nacional de Imunização (PNI) elaborado pelo Governo Federal, a tendência é de que a aplicação das doses comece já na próxima semana, abrindo os trabalhos pelos grupos considerados prioritários.

 

De acordo com o Plano Estadual de Imunização (PEI), a vacinação começará por profissionais da saúde que estão linha de frente do combate ao vírus, formado por 272.817 pessoas; população indígena mapeada em 30 municípios paranaenses (10.565 pessoas); idosos institucionalizados (moradores de asilos e casas de repouso) com 60 anos ou mais (12.224 pessoas), além de quilombolas e comunidades tradicionais ribeirinhas, quantidade que ainda está sendo contabilizada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

 

Essa fatia da população será atendida logo na primeira remessa de vacinas que chegar ao Paraná. A estimativa da Sesa é que o Estado receba 100 mil dos 2 milhões de doses do imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford e pelo Laboratório AstraZeneca. As vacinas serão importadas do Instituto Serum, um dos centros da AstraZeneca para a produção da vacina na Índia, pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

 

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto destacou que outras 300 mil doses do imunizante Coronavac, do laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo, completarão o conjunto inicial de 400 mil doses. Mas, antes disso, a diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vai se reunir no domingo (17) para discutir os pedidos de autorização para uso emergencial dos imunizantes.

 

“A orientação do governador Carlos Massa Ratinho Junior é para imunizar o Paraná por inteiro, sem deixar nenhum dos 399 municípios para trás. O nosso lema é Imuniza Paraná”, afirmou o secretário. “Porém, será um processo escalonado que deve durar um ano, que vai andando conforme as doses forem desembarcando no Estado”, acrescentou.

 

GRUPOS DE RISCO – Na sequência, logo após o início da campanha e conforme os imunizantes forem chegando ao Paraná, a Sesa planeja vacinar as pessoas que integram o chamado grupo de risco, formado por idosos e pessoas com comorbidades, por exemplo. Os idosos serão divididos por faixa etária. Acima de 80 anos (250.630 pessoas), entre 75 a 79 anos (215.843 pessoas), de 70 a 74 anos (321.432 pessoas), de 65 a 69 anos (439.203 pessoas) e de 60 a 64 anos (554.705 pessoas).

 

O contingente de moradores do Estado com comorbidades soma 1.172.812. Outros grupos vêm na sequência, totalizando pouco mais de 4 milhões de pessoas. “A ideia é conseguir imunizar o grupo de risco em até 90 dias e aproximadamente quatro milhões de paranaenses até o fim de maio”, ressaltou Beto Preto.

 

 


Redação AEN/PR